Trump afirma que está atento a possíveis violações de direitos humanos no Irã

Washington, 31 dez (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, advertiu neste domingo que seu governo está atento a qualquer violação dos direitos humanos que possa acontecer no contexto dos protestos no Irã, e garantiu que o povo iraniano está cansado de que seu dinheiro seja "esbanjado" no financiamento ao terrorismo.

"Grandes protestos no Irã. O povo do Irã finalmente está se dando conta de como seu dinheiro e sua riqueza estão sendo roubados e esbanjados no terrorismo. Parece que já não vão tolerar mais", escreveu Trump em sua conta oficial no Twitter.

"Os Estados Unidos estão monitorando muito atenciosamente para saber se há violações de direitos humanos!", alertou.

Milhares de pessoas protestam em diversas cidades do Irã desde a quinta-feira passada contra a política econômica do governo de Hassan Rohani, o alto custo da vida e a corrupção.

Trump já havia advertido neste sábado que o mundo "está observando" o que acontece no Irã, e afirmou: "Os regimes opressores não podem durar eternamente e chegará o dia em que o povo do Irã poderá escolher".

Na sexta-feira, Trump também atribuiu os protestos no Irã à "corrupção do regime e seu desperdício da riqueza da nação para financiar o terrorismo no exterior", e pediu ao governo iraniano que respeitasse o direito do seu povo "a expressar-se" nas manifestações.

O governo do Irã pediu no sábado aos seus cidadãos que evitem participar de manifestações não autorizadas, que acontecem com uma elevada presença de agentes da ordem e nas quais já morreram duas pessoas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos