China critica sanções dos EUA a empresas chinesas vinculadas com a Coreia

Xangai (China), 25 fev (EFE).- A China exigiu neste domingo aos Estados Unidos que cessem imediatamente a "prática equivocada" de impor sanções contra entidades e pessoas chinesas, que se viram afetadas no novo pacote de sanções contra a Coreia do Norte impostas pelo governo americano na sexta-feira.

Um comunicado de imprensa publicado hoje pela agência oficial de notícias "Xinhua" recolhe as palavras do porta-voz do Ministério de Relações Exteriores, Geng Shuang, que ontem criticou duramente a decisão dos Estados Unidos de sancionar à Coreia do Norte com a punição a mais de 50 embarcações, companhias barqueiras e estabelecimentos comerciais, nos quais estão envolvidos empresas e cidadãos chineses.

"A China se opõe firmemente à jurisdição de longo alcance dos Estados Unidos e às sanções unilaterais sobre entidades e indivíduos chineses com base nas suas leis nacionais", disse o porta-voz.

A China, segundo assegurou Geng, aplicou completamente as resoluções pertinentes da ONU sobre a Coreia do Norte, cumprindo "com suas devidas responsabilidades", e nunca permitiu que pessoas e empresas chinesas participem de atividades que violem as resoluções da ONU.

"Pedimos aos Estados Unidos que cessem imediatamente a prática incorreta a fim de evitar minar a cooperação pertinente entre as duas partes", completou Geng.

Na sexta-feira passada Washington anunciou a imposição de sanções nacionais a 27 empresas e 28 navios registrados ou com sede em vários países, entre eles China, Panamá e Tanzânia, por sua colaboração com o regime norte-coreano.

Segundo o Departamento do Tesouro, as embarcações sancionadas são empregadas pela Coreia do Norte para seu comércio marítimo internacional.

A nova rodada de sanções de EUA contrasta com as revelações desta semana sobre uma tentativa fracassada de encontro entre o vice-presidente Mike Pence com uma delegação norte-coreana liderada por Kim Yo-jong, a irmã do líder norte-coreano, Kim Jong-un, durante os Jogos Olímpicos de Inverno da Coreia do Sul.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos