UE e Cazaquistão reforçam cooperação comercial e política em Bruxelas

Bruxelas, 26 fev (EFE).- A União Europeia (UE) e o Cazaquistão reforçaram nesta segunda-feira sua cooperação em uma reunião em Bruxelas, na qual abordaram novas vias de parceria comercial para facilitar os investimentos estrangeiros, assim como proteger a estabilidade e a segurança no país.

A ministra das Relações Exteriores da Bulgária - que preside o Conselho da UE neste semestre -, Ekaterina Zaharieva, anunciou ao término do XVI Conselho de Cooperação entre a UE e o Cazaquistão que a capital comunitária sediará uma reunião em abril sobre comércio e alfândegas destinadas a avançar nessas áreas.

No encontro de hoje, que Ekaterina qualificou como "construtivo", a UE e o Cazaquistão realizaram uma "troca de práticas para evitar os obstáculos ao comércio, facilitar os investimentos estrangeiros e estimular a economia cazaque".

O diálogo também teve foco em dar "estabilidade e segurança à região, protegendo os direitos individuais e liberdades individuais" mediante cooperação, na qual a UE espera que Astana "prossiga no respeito dos direitos fundamentais e os compromissos para a sociedade civil".

UE e Cazaquistão devem seguir neste ano um roteiro para os intercâmbios entre os membros do bloco e o país asiático, com enfoque na cooperação econômica e na luta contra o terrorismo.

A ministra búlgara também destacou a cooperação em matéria de mobilidade, com a participação do Cazaquistão no programa Erasmus+, que concedeu 1.500 bolsas de estudos a cazaques que pretendem se formar na UE, enquanto 680 estudantes europeus fizeram o caminho inverso.

"Esperamos seguir esta via no futuro", ressaltou Ekaterina, ao mesmo tempo em que indicou esperar que a nova estratégia da UE de cooperação com a região cubra áreas como infraestruturas de transporte e energia.

Por sua vez, o ministro das Relações Exteriores do Cazaquistão, Kairat Abdrakhmanov, espera que os países da UE ratifiquem o Acordo de Colaboração e Cooperação reforçada e que este proporcione "novas oportunidades de desenvolvimento" para seu país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos