CICV leva à capital do Sudão do Sul 10 voluntários que estavam desaparecidos

Juba, 30 abr (EFE).- O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) assegurou a transferência até a capital do Sudão do Sul, Juba, de dez trabalhadores humanitários deste país que desapareçam na semana passada nos arredores da cidade meridional de Yei, informou nesta segunda-feira a organização internacional.

Em comunicado, a CICV destacou que os dez voluntários, que não trabalhavam para a organização, foram levados em avião desde uma zona próxima a Yei até Juba, depois de terem sido sequestrados por um grupo armado.

Além disso, a nota afirmou que o CICV não participou das negociações para a libertação, mas proporcionou o transporte para os dez voluntários "com o consentimento de todas as partes envolvidas".

"O CICV tem um longo histórico como intermediário neutro neste tipo de situações. Estamos agradecidos que estes dez trabalhadores humanitários possam retornar agora com suas famílias", disse o chefe da delegação do CICV em Juba, François Stamm.

Stamm lembrou todas as partes beligerantes que os trabalhadores humanitários nunca devem ser um alvo em um conflito armado.

No último dia 26, o Escritório para a Coordenação de Assuntos Humanitários da ONU (OCHA, por sua sigla em inglês) anunciou o desaparecimento dos dez voluntários, empregados desta agência e do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), além da Organização de Desenvolvimento do Sudão do Sul (SSDO), Plano Internacional, Action Africa Help (AAH) e a associação ACROSS.

Segundo a OCHA, esta é a segunda vez que grupos armados retêm voluntários no mês de abril e o terceiro incidente em seis meses.

No Sudão do Sul, 98 trabalhadores humanitários morreram desde dezembro de 2003, segundo a ONU.

O país é palco de um conflito de tinturas étnicas desde o final de 2013 e apesar de atualmente estar em vigor um acordo de cessar-fogo, a violência não acabou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos