Várias sites dos EUA estão bloqueadas na UE por nova lei de proteção de dados

Bruxelas, 25 mai (EFE).- Várias sites de meios de comunicação baseados nos Estados Unidos bloqueiam desde esta sexta-feira o acesso aos usuários da União Europeia (UE) porque a política de uso de dados não cumpre com o novo Regulamento Geral de Proteção de Dados, cuja aplicação é obrigatória desde hoje.

Sites como o do jornal "Los Angeles Times", um dos principais jornais dos Estados Unidos, não estão desde esta madrugada disponíveis em território europeu e mostram na capa uma mensagem dirigida aos usuários dos Vinte e oito.

"Infelizmente, o nosso site não está neste momento disponível na maioria dos países da UE. Estamos comprometidos (...) na busca de opções que nos permitam oferecer todo o nosso conteúdo ao mercado europeu", diz a mensagem.

Os sites que não atualizaram seus termos e condições de uso de dados ou pedidos aos seus usuários um consentimento explícito para usá-los deverão recorrer a este tipo de soluções para evitar incorrer em um uso ilegítimo da informação dos usuários, que poderia resultar em sanções milionárias.

Uma fonte comunitária explicou à Agência Efe que a Comissão Europeia (CE) está a par desta situação, embora não quis comentar sobre as políticas individuais das companhias quanto à oferta de serviços na UE.

"A UE está orgulhosa de estabelecer padrões altos de proteção de dados que estão adaptados à economia digital", disse a fonte, que acrescentou que espera que todas as empresas cumpram desde hoje com as novas normas e que as autoridades comunitárias vigiarão sua correta aplicação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos