Ministro belga de Justiça se diz "responsável" por atirador de Lieja

Bruxelas, 30 mai (EFE).- O ministro belga de Justiça, Koen Geens, declarou nesta quarta-feira que se sente "responsável" pela situação do homem que ontem matou dois policiais e um civil em Liège enquanto desfrutava de uma permissão de saída temporária desde a véspera.

"Me sinto responsável porque tenho a responsabilidade das prisões. Esse homem deveria de ter sido libertado por uma permissão de saída temporária? É uma questão que merece um exame de consciência da minha parte", disse o titular belga de Justiça em entrevista à emissora pública "RTBF".

Benjamin Herman, o assassino que após atacar duas policiais e disparar contra um jovem de 22 anos foi morto pela polícia em um crime que é investigado como "terrorista", ganhou na segunda-feira com uma permissão de 36 horas da prisão de Lantin, onde cumpria uma pena de 12 anos por vários crimes.

O assassino terminaria de cumprir sua pena em 2020.

Geens confirmou na terça-feira que o assassino - de entre 30 e 36 anos, segundo os veículos de imprensa belgas e faltando confirmação oficial - desfrutou anteriormente e sem que haja registro de incidentes de 13 autorizações para deixar temporariamente a prisão e de 11 permissões de um dia.

Na mesma noite de segunda-feira, após deixar o centro penitenciário, Herman matou outro homem, chamado Michaël Wilmet cujo corpo foi achado na terça-feira de manhã em sua casa de On, na província belga de Luxemburgo, segundo revelou hoje o ministro do Interior, Khan Jambon, que afirmou que o motivo desse crime ainda não está claro.

"Podem ser motivos de radicalização, mas também pode ser que não tivesse nenhuma perspectiva na nossa sociedade, porque cometeu, além disso, um assassinato na noite anterior. Pode ser que também estivesse drogado, há muitas questões", disse o ministro do Interior.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos