Kim elogia a política de Putin para os EUA e é chamado para visitar a Rússia

Em Moscou

  • Valery Sharifulin/TASS News Agency Pool Photo via AP

    O líder norte-coreano Kim Jong-Un (à dir) e o ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov

    O líder norte-coreano Kim Jong-Un (à dir) e o ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, elogiou nesta quinta-feira a política do presidente da Rússia, Vladimir Putin, "para resistir a hegemonia dos Estados Unidos", e o ministro das Relações Exteriores russo, Sergey Lavrov, o convidou para visitar o Kremlin.

"Eu aprecio muito que o presidente Putin resista a hegemonia dos Estados Unidos. Os senhores atuam com decisão e nós estamos prontos para trocar opiniões com Moscou com relação à situação na península coreana", disse Kim, no início de sua reunião, em Pyongyang, com o chanceler russo.

Lavrov, por sua parte, o convidou para visitar a Rússia, segundo mostra o vídeo publicado no canal do Youtube do Ministério das Relações Exteriores russo.

"Venha o senhor para a Rússia, ficaremos felizes em vê-lo", afirmou Lavrov.

O líder norte-coreano destacou a primeira reunião com o chanceler russo, mas espera que este encontro sirva para estreitar ainda mais os laços entre Moscou e Pyongyang.

"O senhor está visitando nosso país em um momento muito significativo, quando a situação na península coreana está mudando radicalmente e se dirige para negociações alinhadas com os interesses dos povos" das duas Coreias, disse Kim a Lavrov, referindo-se as conversas que ele está tendo com seu homólogo sul-coreano.

Kim também se interessou pela saúde do presidente da Rússia, Vladimir Putin.

"Como está de saúde o camarada Putin?", perguntou o líder norte-coreano, ao que Lavrov respondeu: "sua saúde é magnífica".

O chefe da diplomacia russa também transferiu para Kim o interesse da Rússia em "paz, estabilidade e bem-estar" na península coreana e toda a região e "uma cordial saudação" do chefe do Kremlin.

Antes, o chanceler russo se reuniu com o ministro das Relações Exteriores norte-coreano, Ri Yong-ho, com quem trocou "opiniões sobre a situação em torno da península coreana, concentrando-se em reforçar a coordenação para buscar soluções políticas e diplomáticas" aos problemas da região.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos