PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Chefe do Executivo da Espanha se reúne com presidente da Catalunha em Madri

09/07/2018 11h24

Madri, 9 jul (EFE).- O chefe do Executivo da Espanha, o socialista Pedro Sánchez, disse nesta segunda-feira ao presidente do governo regional da Catalunha, o independentista Joaquim Torra, que "há muito pouco a falar" sobre o direito de autodeterminação dessa comunidade autônoma espanhola porque não está previsto na Constituição.

Sánchez e Torra tiveram hoje em Madri um encontro de mais de duas horas e meia, no qual o político independentista propôs o direito de autodeterminação da Catalunha, confirmou a vice-presidente do Governo espanhol, Carmen Calvo, em entrevista coletiva.

Nesse sentido, o chefe do Executivo espanhol lembrou do Estatuto de Autonomia que regula o autogoverno na Catalunha e o alto grau de descentralização existente na Espanha, por isso não há nenhuma margem de acordo, disse Carmen.

No entanto, Sánchez se comprometeu com Torra a suspender os "vetos" que o governo central interpôs no Tribunal Constitucional (TC) contra algumas leis catalãs como uma forma de normalizar as relações entre os dois governos, muito deterioradas pelo processo separatista na Catalunha.

O encontro, o primeiro entre ambos, tinha suscitado uma grande expectativa, já que não havia uma agenda estabelecida, embora o Governo da Espanha tenha anunciado na semana passada que não haveria vetos para falar de qualquer tema, desde que estivessem dentro dos limites da Constituição.

Internacional