PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Trump chama vários países da OTAN de "inadimplentes" antes de cúpula

10/07/2018 15h47

Washington, 10 jul (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, chamou vários países da OTAN de "inadimplentes" nesta terça-feira e disse que deveriam "reembolsar" os pagamentos atrasados a Washington, pouco antes de aterrissar em Bruxelas para participar amanhã da cúpula de líderes da Aliança Atlântica.

"Muitos países da OTAN, que se espera que devemos defender, não só estão abaixo de seu compromisso atual de 2% (que é baixo), mas também estão inadimplentes por muitos anos em pagamentos que não foram feitos. Eles reembolsarão os EUA?", escreveu Trump no Twitter de dentro do avião que lhe transportava à capital belga.

Trump, que não identificou esses países, continuava assim com sua insistência em que todos os membros da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) deveriam contribuir com pelo menos 2% do seu Produto Interno Bruto (PIB) para a defesa comum.

Poucas horas antes, o presidente americano reforçou também que a OTAN "ajuda muito mais" aos integrantes da União Europeia (UE) que aos EUA, que pagam "mais de 70%" do custo da defesa comum.

"A OTAN não nos tratou de forma justa, mas acredito que resolveremos de alguma forma. Pagamos demais e eles pagam muito pouco", disse Trump à imprensa antes de decolar para Bruxelas.

No mês passado, Trump enviou cartas a vários governantes de países-membros da OTAN, como Espanha, Alemanha e Canadá, nas quais exigia que aumentassem suas verbas para a Aliança e advertia que a situação atual "já não é sustentável", segundo informou o jornal "The New York Times".

Trump se reunirá nesta quarta-feira em Bruxelas com o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, antes de participar da cúpula, segundo a Casa Branca, que não deu informação ainda sobre outras possíveis reuniões bilaterais.

Internacional