PUBLICIDADE
Topo

Bombardeios da coalizão internacional na Síria matam dez membros do EI

22/09/2018 13h08

Cairo, 22 set (EFE).- Pelo menos dez membros do Estado Islâmico (EI) morreram neste sábado em um bombardeio da coalizão internacional liderada pelos EUA na província de Deir ez Zor, onde as milícias curdas lutam contra os jihadistas, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Segundo o Observatório, as Forças da Síria Democrática (FSD), uma coalizão armada liderada por curdos que conta com o apoio da aliança internacional, segue com a ofensiva lançada há 13 dias sobre os territórios controlados pelo EI no lado oriental do Rio Eufrates, perto da fronteira com Iraque.

A aviação militar da aliança internacional bombardeou a região de Abu Hassan, causando a morte de dez membros do EI.

Os confrontos entre as FSD e o EI se concentram no acesso às localidades de Al Susa e Al Baghoz, onde houve combates e um número indeterminado de vítimas de ambos os lados, indicou o Observatório.

Com as mortes de hoje, o Observatório situa o número de mortes nas fileiras do EI em 126, enquanto nas do FSD chegam a 73 desde 10 de setembro.

Nesses dias, as FSD lançaram uma nova fase de sua ofensiva para derrotar o Estado Islâmico nas províncias de Deir ez Zor e Al Hasaka.

As FSD arrebataram o controle de amplas zonas em poder do EI no norte de Síria.