PUBLICIDADE
Topo

Rússia divulga que quase 1,5 milhão de refugiados sírios voltaram para casa

26/09/2018 14h10

Moscou, 26 set (EFE).- A Rússia divulgou nesta quarta-feira, através de comunicado emitido pelo Ministério da Defesa, que quase 1,5 milhão de refugiados sírios conseguiram voltar para casa, sendo que cerca de 250 mil deles estavam no exterior.

De acordo com Yevgeny Ilyin, chefe do departamento encarregado pelo retorno dos refugiados, 3.158 pessoas puderam retornar aos lares, com 494 que estavam vivendo fora da Síria, apenas na última semana.

O representante do Ministério da Defesa da Rússia explicou que a contabilização deste dado é possível pelo acelerado ritmo de reconstrução das infraestruturas sociais no país asiático, como creches, escolas, padarias, reservatórios de água, estações elétricas, imóveis e templos de culto.

"Esse trabalho é extremamente importante, na hora de criar as condições dignas para o retorno dos refugiados ao seu país. Sobre isso, também estão fazendo muito as autoridades sírias", garantiu Ilyin.

De acordo com o governo russo, estão sendo habilitados na Síria os centros de amparo temporário para refugiados, que contam com água, energia elétrica e saneamento básico. Ao todo, 200 pontos deste tipo estão funcionando atualmente.

Ao todo, o governo sírio já reformou 30 mil casas, 40 hospitais e quase 250 ambulatórios, embora reconheça que se trata de medida insuficiente. Por causa disso, é pedido apoio da ONU para a convocação de uma conferência internacional sobre o retorno de refugiados.