PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Erdogan chega a acordo com Poroshenko para abordar crise com a Rússia no G20

28/11/2018 13h11

Kiev, 28 nov (EFE).- O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, chegou a um acordo nesta quarta-feira com o presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, para que a atual crise entre a Ucrânia e a Rússia seja incluída na agenda da cúpula do G20 que será realizada ema sexta-feira e sábado em Buenos Aires.

Em conversa por telefone com Erdogan, Poroshenko tachou de "ato selvagem de agressão contra a Ucrânia" o incidente naval ocorrido no último domingo no mar Negro, no qual a guarda costeira russa capturou três navios da Marinha ucraniana.

Poroshenko explicou ao presidente turco as medidas que Kiev tomou em resposta a Moscou, entre as quais figura o estado de exceção, cujo decreto foi promulgado hoje.

Além disso, o presidente da Ucrânia pediu que Erdogan exerça "pressão sobre a Rússia para conseguir a liberação dos marinheiros ucranianos e os navios".

"O presidente turco condenou a escalada e as ações agressivas da Rússia contra a Ucrânia", acrescenta a nota oficial.

Erdogan também chamou conversou hoje com o presidente russo, Vladimir Putin, que explicou "as ações provocadoras" da Ucrânia, segundo o Kremlin.

O estado de exceção ficará vigente até 26 de dezembro em dez regiões da Ucrânia, todas litorâneas ou limítrofes com a Rússia e o enclave moldávio de Transnístria.

Poroshenko afirmou ontem em entrevista com vários canais de televisão que a Ucrânia se encontra "sob a ameaça de uma guerra em larga escala com a Federação Russa".

Internacional