PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Polícia procura Renault Clio no qual atirador de Utrecht teria fugido

Em Utrecht

18/03/2019 10h08

A polícia da Holanda está procurando um Renault Clio no qual teria escapado um dos suspeitos de ter participado nesta segunda-feira do tiroteio que deixou vários feridos na cidade de Utrecht, um incidente cuja investigação está em andamento e leva em conta "uma possível motivação terrorista".

A polícia holandesa confirmou à Agência Efe que está monitorando uma casa na área de Kanaleneiland, também em Utrecht, por suspeitas de que o atirador foragido no Renault Clio possa estar escondido ali.

Suspeito Holanda - Reprodução/Twitter/@PolitieUtrecht - Reprodução/Twitter/@PolitieUtrecht
Gökman Tanis, 37, é suspeito de ter participação no ataque a tiros no bonde elétrico, em Utrecht
Imagem: Reprodução/Twitter/@PolitieUtrecht

Em qualquer caso, ainda há muita confusão em torno do incidente. A polícia diz que, segundo as testemunhas, são vários atiradores e, por enquanto, não confirmou que haja vítimas mortais.

Enquanto isso, a Câmara Municipal de Utrecht pediu aos moradores que permaneçam dentro das suas casas ou locais de trabalho, uma vez que não se descarta um novo incidente.

Várias pessoas ficaram feridas nesta segunda-feira em um tiroteio na praça de 24 de Outubro, situada na região oeste da cidade de Utrecht, no centro da Holanda, segundo confirmou à Efe a polícia holandesa.

Segundo testemunhas, há mais de uma pessoa envolvida no tiroteio, embora por enquanto a polícia só tenha mencionado um atirador, um homem que sacou uma arma e começou a disparar de forma aleatória e contínua contra as pessoas e que depois fugiu e se encontra em paradeiro desconhecido, acrescentou a polícia.

O incidente aconteceu por volta das 10h45 (horário local, 6h45 de Brasília).

Homem abre fogo contra passageiros de um bonde na Holanda

Band News

Internacional