Topo

Juiz bloqueia liberação de produção de gás e petróleo autorizada por Trump

20/03/2019 14h07

Washington, 20 mar (EFE).- Um juiz federal decidiu nesta quarta-feira bloquear uma proposta do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para liberar a produção de gás e petróleo, alegando que a medida viola a lei ao não considerar o impacto ambiental.

Como consequência da decisão, o juiz determinou a paralisação das atividades de perfuração em cerca de 300 mil acres (1,2 mil quilômetros quadrados) licitados no estado de Wyoming, no oeste do país, enquanto são realizados estudos ambientais complementares.

Juiz federal do Distrito de Columbia, onde está localizada a capital americana, Rudolph Contretas argumentou que o Escritório de Gestão de Terras (BLM) do Departamento do Interior "não levou em consideração a mudança climática" ao licitar terras que pertenciam ao governo federal no Wyoming para a exploração de petróleo e gás.

"Dada a natureza nacional e acumulativa da mudança climática, considerar cada projeto de perfuração individual de maneira isolada tira da agência e do público o contexto necessário para avaliar a exploração de petróleo e gás em terras federais antes de se comprometer irremediavelmente com isso", ressaltou Contreras.

O Departamento do Interior disse que esta análise é "especulativa demais na fase de licitação" e tinha proposto "avaliações posteriores sobre os lugares específicos" das licitações.

A ação contra o governo foi apresentada pelos grupos ambientais WildEarth Guardians e Physicians for Social Responsibility.

Trata-se da primeira vez que o governo de Trump vê seus planos de desregulação e expansão da indústria energética nacional serem bloqueados na Justiça por questões de mudança climática.

Desde sua chegada à Casa Branca em janeiro de 2017, Trump tem reiterado a importância de aumentar a produção nacional de energia, tanto de petróleo como de gás. Para isso, revogou algumas regulações aplicadas pelo seu antecessor, Barack Obama, para a proteção de determinadas áreas naturais e para a conservação o meio ambiente.

O presidente americano negou a existência da mudança climática em repetidas ocasiões e garante que não perceber os efeitos que os relatórios científicos apresentaram sobre este fenômeno.

Trump retirou em junho de 2017 os EUA do Acordo de Paris sobre a Mudança Climática em uma controversa decisão. EFE

Mais Notícias