PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Berlim não reconhece designado de Guaidó como embaixador na Alemanha

27/03/2019 08h28

Berlim, 27 mar (EFE).- O Governo da Alemanha afirma em uma resposta parlamentar divulgada nesta quarta-feira pelo jornal "Neue Osnabrücker Zeitung" que não irá reconhecer como embaixador o enviado a Berlim pelo líder opositor venezuela Juan Guaidó.

Segundo o jornal, que teve acesso à resposta oficial, o Governo alemão não vai credenciar Otto Gebauer como embaixador, apesar de Berlim ter reconhecido Guaidó como presidente encarregado para a convocação de eleições na Venezuela.

O designado por Guaidó será reconhecido como "representante pessoal do presidente interino Guaidó", explica o Executivo.

A resposta do Ministério de Relações Exteriores destaca que "as condições políticas" para reconhecer o enviado de Guaidó "não foram cumpridas", porque já expirou o prazo máximo de 30 dias que Guaidó tinha para convocar eleições seguindo as leis venezuelanas. EFE

Internacional