PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Zelenski anuncia apuração paralela para evitar fraude nas eleições ucranianas

27/03/2019 15h14

Kiev, 27 mar (EFE).- O comediante ucraniano Vladimir Zelenski, candidato que lidera as pesquisas para as eleições presidenciais da Ucrânia, que acontecem no próximo domingo, anunciou nesta quarta-feira que seus partidários realizarão uma apuração paralela para evitar fraudes.

"Nosso objetivo é reduzir ao máximo o tempo entre o momento em que são anunciados os resultados da apuração em cada colégio eleitoral e que os mesmos chegam ao conhecimento de toda a Ucrânia", disse Aleksandr Kornienko, membro da equipe eleitoral de Zelenski, em entrevista coletiva.

Kornienko explicou que, "hoje em dia, esse tempo é de aproximadamente uma hora, mais de uma hora, e o que acontece durante esse prazo ninguém sabe".

"Algo pode acontecer no colégio eleitoral ou no caminho até a comissão do distrito", insistiu Kornienko.

A equipe de Zelenski também apresentou um aplicativo para smartphone com o qual será possível registrar as infrações cometidas durante a votação.

Além disso, a equipe destacou que o candidato conta com quase 12 mil voluntários registrados oficialmente, com a expectativa de conseguir 15 mil até domingo, aos quais é preciso acrescentar 300 advogados.

"Pela primeira vez na história, tal número de pessoas aceitou observar as eleições de maneira gratuita. Cerca de 60% têm menos de 30 anos. Será a primeira equipe digitalizada de observadores voluntários", destacou Zelenski.

De acordo com a última pesquisa, cujos resultados foram publicados hoje, Zelenski lidera a corrida presidencial com 24,6% das intenções de voto, quase dez pontos a mais que o atual presidente, Petro Poroshenko, que tem 14,8%. EFE

Internacional