Topo

EUA suspendem até fim do ano disputa por propriedade intelectual com a China

14/06/2019 16h22

Genebra, 14 jun (EFE).- Os Estados Unidos aceitaram suspender, até 31 de dezembro deste ano, uma disputa sobre propriedade intelectual com a China aberta na Organização Mundial do Comércio (OMC), informou a entidade nesta sexta-feira.

Os dois países entraram em um acordo, a pedido do governo americano, ao solicitar ao painel de analistas responsável por examinar o contencioso que suspenda os trabalhos, o que pode ser feito por no máximo 12 meses, segundo as regras da OMC.

Neste caso, ambas as partes acertaram uma suspensão de seis meses e meio da disputa, aberta em março de 2018 pelos Estados Unidos, que acusam a China de violar os direitos de propriedade intelectual das empresas americanas que realizam projetos conjuntos com empresas chinesas.

Segundo a Casa Branca, a China não permite que companhias americanas façam valer os seus direitos de patente sobre os parceiros chineses com os quais realizaram um negócio conjunto uma vez que o contrato de transferência de tecnologia tenha expirado.

O governo americano também acusa os chineses de forçar termos de contratos prejudiciais e discriminar a tecnologia estrangeira.

No comunicado divulgado pelos demais países-membros da OMC, as razões da suspensão da disputa não foram informadas.

Os profundos desacordos entre Estados Unidos e China em matéria de propriedade intelectual estão entre os temas que mais complicam as relações econômicas e políticas dos dois países. EFE

Mais Internacional