PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
9 meses

França percebe "aumento líquido" na circulação do coronavírus

19.mai.2020 - Alunos usam máscaras no College Sasserno, em Niece, na reabertura com novas regras e distanciamento social - Eric Gaillard/Reuters
19.mai.2020 - Alunos usam máscaras no College Sasserno, em Niece, na reabertura com novas regras e distanciamento social Imagem: Eric Gaillard/Reuters

De Paris

25/07/2020 03h48

A circulação do novo coronavírus na França tem sido "aumento líquido" nos últimos dias, e a taxa de infecção (R0) agora ultrapassa 1,3, com mais de 1 mil novos casos relatados diariamente, informou a Direção Geral de Saúde (DGS).

Nas últimas 24 horas, segundo comunicado da DGS, dez pessoas morreram de covid-19, elevando o total de vítimas do vírus SARS-CoV-2 no país desde o início da pandemia para 30.192.

"Voltamos a níveis comparáveis ao final do período de contenção. Assim, apagamos muito do progresso que tínhamos feito nas primeiras semanas da saída gradual da quarentena", disse a entidade na nota.

Particularmente preocupante é o aumento do R0, que agora é de 1,3, o que significa que cada infectado está contagiando 1,3 pessoa em média. Atualmente há 5.720 pacientes com a covid-19 internados em hospitais da França, 410 delas em terapia intensiva, ou seja, 26 a menos do que ontem.

Desde 9 de maio, foram detectados 581 novos surtos, 11 deles nas últimas 24 horas, embora 366 sejam agora considerados extintos. Os números foram divulgados no mesmo dia em que o primeiro-ministro francês, Jean Castex, aconselhou a população a não viajar para a Catalunha, na Espanha, e anunciou que testes de coronavírus serão obrigatórios em viajantes procedentes de 16 países, incluindo Brasil e Estados Unidos.

Coronavírus