PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
1 mês

Colômbia pedirá passaporte de vacinação contra covid para quem entrar no país

Homem protege o rosto na Colômbia durante a pandemia do novo coronavírus - Guillermo Legaria Schweizer/Getty Images
Homem protege o rosto na Colômbia durante a pandemia do novo coronavírus Imagem: Guillermo Legaria Schweizer/Getty Images

Da EFE

07/12/2021 05h39Atualizada em 07/12/2021 07h49

O governo colombiano anunciou nesta segunda-feira que a partir do próximo dia 14 exigirá que todos os viajantes maiores de 18 anos procedentes do exterior apresentem um comprovante de vacinação contra a covid-19 com todas as doses recomendadas pelos laboratórios para poder entrar no país.

"Por recomendação do comitê assessor do Ministério da Saúde, a partir de 14 de dezembro todos os viajantes internacionais com 18 anos ou mais que entram na Colômbia devem apresentar um cartão ou certificado de vacinação contra a Covid-19 com programação completa", anunciou o presidente do país, Iván Duque, em uma mensagem em sua conta no Twitter.

Até agora, nem uma carteira de vacinação nem testes de Covid-19 eram exigidos nos aeroportos para entrada na Colômbia. Contudo, com a reabertura das fronteiras terrestres, como a do Equador, que está programada para acontecer no dia 15, já estava prevista a exigência do certificado de imunização.

Além disso, a apresentação de uma carteira de vacinação com pelo menos uma dose é agora obrigatória para a entrada em eventos culturais e esportivos, bares, cinemas e outros espaços de lazer, cultura e entretenimento para maiores de 12 anos.

"Hoje a Colômbia tem uma taxa de vacinação na primeira dose maior do que os Estados Unidos e a Alemanha, sem ser um país produtor de vacinas" enalteceu Duque durante evento nesta segunda.

"Hoje, 6 de dezembro de 2021, chegaremos a 50% da população com duas doses, o que reafirma o compromisso de alcançar nestes dias restantes do mês 70% com duas doses", acrescentou o chefe de Estado, que apelou ao setor privado para incentivar a vacinação como a melhor maneira de combater e prevenir as novas variantes, como a ômicron.

Coronavírus