Macron pede pacto global para controlar efeitos negativos da globalização

DAVOS, Suíça (Reuters) - O presidente francês, Emmanuel Macron, pediu durante o Fórum Econômico Mundial em Davos, nesta quarta-feira, por um "pacto global" para controlar os efeitos negativos da globalização, advertindo contra um nivelamento por baixo de impostos e regulação.

Durante pronunciamento um dia antes da chegada de Donald Trump à reunião, Macron não mencionou o nome do presidente norte-americano, mas ironizou a grande quantidade de neve que cai sobre a cidade, dizendo que isso pode levar algumas pessoas a questionarem as mudanças climáticas.

"Felizmente vocês não convidaram ninguém cético sobre o aquecimento global este ano", disse Macron ao fundador do Fórum, Klaus Schwab.

(Reportagem de Noah Barkin e Yara Bayoumy)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos