PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês
Falta de água para 1 milhão no Rio deve durar até perto do Natal, diz governador interino

Rodrigo Viga Gaier

Da Reuters, no Rio

01/12/2020 20h52

A solução para o desabastecimento de água no Rio de Janeiro e em parte da Baixada Fluminense que afeta uma população de mais de 1 milhão de pessoas só deve ocorrer perto do Natal, segundo o governador interino, Cláudio Castro (PSC).

O defeito em uma peça em uma elevatória da Cedae, companhia de água e esgoto do Estado, atingiu inicialmente bairros da periferia da capital, mas as torneiras já começam a secar na zona sul, área mais nobre.

"Um motor de 35 toneladas tem que ser retirado para consertar; é uma complexidade e tinha que ser resolvido antes. O material chegaria na pandemia mas não conseguimos importar... o prazo é que entre 15 e 20 de dezembro esteja solucionado", disse a jornalistas o governador.

A cidade tem enfrentado simultaneamente uma onda de forte calor e um aumento nos casos de covid-19.

A Cedae passa por um processo de discussão dura sobre a concessão de duas das quatro áreas de atuação

Cotidiano