PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
1 mês

Casa Branca diz que Biden decidiu sobre quebra de patente e nega divisão dentro do governo

Joe Biden reverteu a posição norte-americana e deu seu apoio à negociação de quebra de patente de vacinas contra a covid na OMC - White House
Joe Biden reverteu a posição norte-americana e deu seu apoio à negociação de quebra de patente de vacinas contra a covid na OMC Imagem: White House

Trevor Hunnicutt

06/05/2021 15h47Atualizada em 06/05/2021 17h11

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, tomou a decisão de apoiar uma proposta de quebra de patente de vacinas contra Covid-19, comunicou a Casa Branca nesta quinta-feira, negando que autoridades do governo estejam divididas a respeito do tema.

"Ele tomou esta decisão", disse a secretária de imprensa adjunta da Casa Branca, Karine Jean-Pierre, aos repórteres a bordo do Air Force One. Ela afirmou que o tema foi debatido entre autoridades do governo, com a contribuição de especialistas, antes de opções serem apresentadas ao presidente, que tomou a decisão final.

Indagada se a secretária de Comércio, Gina Raimondo, e outras autoridades se opuseram à medida, muito criticada pelas farmacêuticas dos EUA, Jean-Pierre respondeu: "Não houve divisão nesta decisão".

Biden, cada vez mais pressionado por parlamentares democratas e mais de 100 países, reverteu na quarta-feira a posição norte-americana anterior e deu seu apoio à negociação de quebra de algumas proteções na Organização Mundial do Comércio (OMC) a direitos de propriedade intelectual para ajudar os países mais pobres a combaterem a pandemia.

Jean-Pierre observou que Biden apoiou tal medida como candidato na eleição presidencial de 2020 e que a vê como uma questão humanitária importante.

"Precisamos liderar nesta questão e ajudar a salvar vidas", disse ela, acrescentando que aplicar uma quebra de patente exigirá tempo porque envolve um processo de negociação na OMC.

Coronavírus