PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
2 meses

Rússia volta a registrar recorde de mortes por Covid-19

23/09/2021 12h46

MOSCOU (Reuters) - A Rússia informou nesta quinta-feira 820 mortes relacionadas ao coronavírus nas últimas 24 horas, o que corresponde a um recorde atingido no dia 26 de agosto, e as autoridades alertaram que os casos voltaram a subir rapidamente.

Moscou registrou 3.445 novas infecções nas últimas 24 horas, o maior número em um único dia desde 31 de julho, na esteira de uma disparada de casos durante o verão, disseram as autoridades, acrescentando que 21.438 casos foram registrados nacionalmente.

O Kremlin disse aos repórteres que as autoridades não estão cogitando readotar medidas de lockdown ou outras restrições, mas que o governo e autoridades regionais estão monitorando a situação atentamente.

"Até onde sei, apesar do aumento de números, ainda não se tomou nenhuma decisão em lugar nenhum (da Rússia)", disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov.

Trinta e seis regiões registraram aumento de casos nesta semana, disse Anna Popova, chefe da agência de proteção do consumidor Rospotrebnadzor, na quarta-feira.

Ela disse que o vírus está se disseminando mais rápido em regiões nas quais há menos pessoas vacinadas. A Rússia, que tem mais de 144 milhões de habitantes, diz que quase 40 milhões já estão totalmente vacinados contra a Covid-19.

O país acumula um total de 7.354.995 casos, segundo autoridades.

Cálculos da Reuters baseados em estatísticas oficiais mostram que houve 528 mil mortes excedentes entre abril de 2020 e julho de 2021. Alguns epidemiologistas dizem que usar o número de mortes excedentes é a melhor maneira de medir o verdadeiro número de óbitos por Covid-19 no país.

(Por Gleb Stolyarov, Dmitry Antonov e Alexander Marrow)