PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
4 meses

Boris Johnson diz que não renunciará em meio à crise por festa durante lockdown

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, durante entrevista coletiva - Adrian Dennis/AFP
O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, durante entrevista coletiva Imagem: Adrian Dennis/AFP

19/01/2022 09h58Atualizada em 19/01/2022 10h06

LONDRES (Reuters) - O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, disse nesta quarta-feira que não renunciará ao cargo e que as pessoas devem aguardar o resultado de um inquérito sobre supostas festas realizadas em sua residência oficial em Downing Street durante o lockdown para conter a disseminação da Covid-19.

Questionado durante sessão do Parlamento por uma parlamentar liberal-democrata, de oposição, sobre se era hora de renunciar, Johnson disse: "Não".

"Peço sinceras desculpas por quaisquer erros de julgamento que tenham sido feitos", acrescentou, antes de pedir a ela que "aguarde o inquérito na próxima semana" antes de tirar qualquer conclusão.

(Por William James)

Internacional