PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Senado dos EUA votará projeto de lei sobre direito ao aborto na quarta-feira

08.mai.22 - Protesto pró-aborto do lado de fora da Suprema Corte dos EUA - YANA PASKOVA/REUTERS
08.mai.22 - Protesto pró-aborto do lado de fora da Suprema Corte dos EUA Imagem: YANA PASKOVA/REUTERS

Brendan O'Brien

08/05/2022 15h29Atualizada em 08/05/2022 15h42

O Senado dos Estados Unidos votará na quarta-feira um projeto para transformar os direitos ao aborto em lei, em reação ao rascunho de decisão vazado que indicou que a Suprema Corte está prestes a reverter a histórica decisão de 1973 que permitiu o aborto no país, disse o líder democrata no Senado, Chuck Schumer, neste domingo.

"Todo norte-americano verá como cada senador se posiciona", disse Schumer durante uma coletiva de imprensa com líderes estaduais em Nova York. Os republicanos "não podem mais se esquivar. Os republicanos têm tentado se esquivar", afirmou.

O democrata disse que apresentará o documento na segunda-feira e o Senado, com 100 membros, votará o projeto na quarta-feira.

Schumer chamou o rascunho de decisão de uma "abominação", ressaltando que a maioria dos norte-americanos quer preservar o direito de fazer um aborto e os cuidados com a saúde das mulheres.

"A escolha não deve ser de um punhado de juízes de direita. A escolha não deve ser de um punhado de políticos de direita. É um direito da mulher. Puro e simples", disse.

Na semana passada, vazou um rascunho de decisão que mostrava que a maioria da Suprema Corte norte-americana votaria para reverter a decisão história do caso Roe vs. Wade, o precedente legal que garante o acesso ao aborto nos EUA.

Internacional