Conteúdo publicado há 1 mês

OMS confirma primeiro caso humano fatal de gripe aviária H5N2

A OMS (Organização Mundial de Saúde) disse, nesta quarta-feira (5), que uma morte foi causada pelo primeiro caso humano, confirmado em laboratório, de infecção por um subtipo de influenza aviária.

A OMS afirmou que um morador de 59 anos do México morreu em 24 de abril, após ter febre, falta de ar, diarreia, náusea e desconforto geral.

Esse foi o primeiro caso humano confirmado em laboratório de infecção com o subtipo A (H5N2) da gripe aviária reportado globalmente e a primeira infecção do vírus H5 relatado em uma pessoa no México.

A vítima não tinha histórico de exposição a aves ou outros animais, segundo a OMS. Casos do subtipo A(H5N2) da influenza aviária foram relatados em aves no México.

A pessoa tinha várias condições médicas subjacentes e estava de cama há três semanas, por outros motivos, antes do início dos sintomas agudos, de acordo com a OMS.

Deixe seu comentário

Só para assinantes