Conteúdo publicado há 1 mês
OpiniãoPolítica

Josias: Pena de 17 anos a peixe pequeno do 8/1 deve ser piso para Bolsonaro

Com base nas punições aos invasores das sedes dos Três Poderes em 8/1, deve-se esperar por penas superiores a 17 anos de prisão para Jair Bolsonaro e a cúpula envolvida na tentativa de golpe de Estado, disse o colunista Josias de Souza no UOL News desta sexta (21).

Ontem, o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes votou pela condenação de Antônio Cláudio Alves Ferreira a 17 anos de prisão. Durante os atos golpistas, Ferreira quebrou o relógio histórico que pertenceu a Dom João 6º.

Essa condenação a 17 anos [de prisão] de um personagem que ficou marcado pela invasão ao Palácio do Planalto só fará sentido se, mais adiante, Jair Bolsonaro e o alto comando do golpe foram condenados a penas mais draconianas do que essa.

Se a arraia-miúda tem esse teto de 17 anos, e esse não é o primeiro, ele tem que funcionar para Bolsonaro e seus cúmplices graúdos como um piso. Se o alto comando do golpe for condenado a penas mais severas, aí fará todo o sentido. Do contrário, ficará essa impressão de que o Supremo está sendo draconiano demais. Josias de Souza, colunista do UOL

Josias ressaltou que, apesar das divergências entre os ministros do STF, não faria sentido impor penas brandas a Bolsonaro e aos mentores e financiadores dos atos golpistas.

Esses personagens estão sendo condenados por um lote de crimes: associação criminosa, abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado... Somando tudo isso, surgem essas penas pesadas. É preciso ver quais penas serão impostas aos mais graúdos. Fica boiando na atmosfera a sensação de que precisa ser mais.

A maioria dos juízes do Supremo tem seguido a posição de Moraes. Nunes Marques e André Mendonça [indicados por Bolsonaro ao STF], como que pressentindo o que está por vir, têm se portado de forma diferente. Em relação aos peixes pequenos, eles não se atrevem a absolvê-los, mas fixam penas mais brandas.

É preciso ver qual será o tamanho do castigo quando vierem Bolsonaro, os encrencados e os civis graúdos. Se um sujeito que invadiu e quebrou um relógio leva 17 anos de cana, o Bolsonaro, que instou tudo isso e instilou o sentimento de ódio que levou a essa invasão às sedes dos Três Poderes, precisa de uma pena maior, se não ficará tudo meio desconexo. Josias de Souza, colunista do UOL

Tales: Fala sem filtro de Lula sobre mãe de 3 filhos fica em zona perigosa

Continua após a publicidade

Lula deveria ser mais cuidadoso em suas declarações para evitar polêmicas e fornecer material para seus opositores explorarem, afirmou o colunista Tales Faria, também no UOL News. Ontem, em evento em Fortaleza (CE) para a entrega de casas do Bolsa Família, Lula disse a uma mãe de três crianças, beneficiária do programa, para "parar de ter filhos e estudar".

Lula está meio sem filtro e tem que tomar cuidado. O que ele está dizendo não é nenhum absurdo. Uma coisa somos nós dizendo isso; outra é o presidente da República falar isso.

Ele precisa sentir que as falas dele podem ter várias interpretações. Falando sem filtro, Lula fica em uma zona cinzenta e perigosa seguidamente. Ele já fez isso várias vezes. Nesse caso, há quem concorde e quem discorde, mas não é apropriado o presidente da República falar isso. Tales Faria, colunista do UOL

O UOL News vai ao ar de segunda a sexta-feira em duas edições: às 10h com apresentação de Fabíola Cidral e às 17h com Diego Sarza. O programa é sempre ao vivo.

Quando: De segunda a sexta, às 10h e 17h.

Onde assistir: Ao vivo na home UOL, UOL no YouTube e Facebook do UOL.

Continua após a publicidade

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Deixe seu comentário

Só para assinantes