Conteúdo publicado há 24 dias

Armênia anuncia reconhecimento da Palestina como Estado

O Ministério das Relações Exteriores da Armênia anunciou nesta sexta-feira (21) o reconhecimento da Palestina como Estado, com o objetivo de avançar para a paz no Oriente Médio, e insistindo na "situação crítica em Gaza".

"Reafirmando sua lealdade ao direito internacional e aos princípios de igualdade, soberania e coexistência pacífica dos povos, a República da Armênia reconhece o Estado da Palestina", afirma um comunicado divulgado pelo ministério.

O governo de Yerevan "deseja sinceramente uma paz duradoura" na região, acrescenta a nota, que insiste na "instauração imediata de uma trégua" na guerra na Faixa de Gaza entre Israel e o movimento islamista palestino Hamas.

Hussein al Sheikh, secretário-geral do comitê executivo da Organização para a Libertação da Palestina (OLP), elogiou a decisão da Armênia.

"É uma vitória para o direito, a justiça, a legitimidade e a luta do nosso povo palestino para a libertação e a independência", escreveu na rede social X.

O Ministério das Relações Exteriores de Israel reagiu e anunciou que convocou o embaixador da Armênia para expressar uma "repreensão severa".

No final de maio, Espanha, Irlanda e Noruega reconheceram de forma oficial a Palestina pelo mesmo motivo, uma iniciativa que provocou a indignação de Israel.

Segundo uma lista divulgada pela Autoridade Palestina e os anúncios mais recentes feitos por alguns governos, 147 dos 193 países membros da ONU reconhecem a Palestina como Estado.

Deixe seu comentário

Só para assinantes