Jornalista sofre atentado na Paraíba, mas não fica ferido

Valéria Sinésio
Do UOL, em João Pessoa

A casa de um radialista foi atingida com vários tiros na madrugada deste sábado (28), em João Pessoa (PB). O repórter Vinicius Henriques estava dormindo com a família quando os bandidos efetuaram os disparos, por volta das 3h. De acordo com vizinhos que perceberam a movimentação, os tiros teriam sido disparados por homens que estavam em uma moto. Apesar dessa informação, a polícia informou que ainda não há suspeitos. Ninguém ficou ferido.

O radialista trabalha há mais de 15 anos com reportagens policiais. No ano passado, durante uma operação realizada na periferia da capital paraibana, um traficante chegou a pedir a presença do repórter como garantia de que sairia vivo.

Os bandidos passaram quase uma hora em frente à sua residência, possivelmente aguardando a saída do radialista. Além do portão, um carro que estava na garagem da casa também foi atingido com os tiros. Assustado, o radialista pediu proteção policial. O caso está sendo investigado, mas a polícia prefere não deu mais informações.

Outro crime

O atentado contra o radialista de João Pessoa ocorreu dias após o jornalista Décio Sá ser assassinado a tiros, dentro de um bar em São Luís (MA). Ele jantava quando foi atacado à queima-roupa. O jornalista foi atingido com seis tiros e morreu no local. Décio trabalhava no jornal ‘O Estado do Maranhão’ e escrevia em um blog sobre política.

Para a polícia, o crime foi encomendado. Ontem, a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão decretou sigilo nas investigações sobre a morte do jornalista.

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos