PUBLICIDADE
Topo

Rio de Janeiro

Prefeitura do Rio reduz pelo 2º ano ajuda às escolas do grupo de acesso

Prefeitura do Rio reduziu pelo 2º ano ajuda às escolas do grupo de acesso do carnaval carioca - Divulgação/Riotur
Prefeitura do Rio reduziu pelo 2º ano ajuda às escolas do grupo de acesso do carnaval carioca Imagem: Divulgação/Riotur

Da Redação

29/12/2018 09h41

A prefeitura do Rio anunciou pelo segundo ano consecutivo um corte de 50% na ajuda às escolas de samba da Série A (grupo de acesso) do carnaval carioca.

Na quarta-feira (26), a administração municipal informou que pagará R$ 250 mil para cada uma das 13 escolas do grupo de acesso. 
  
Em nota, a Liga das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Lierj), entidade que organiza os desfiles do grupo de acesso, disse que recebeu com extrema indignação a notícia de mais um corte na subvenção para a realização do carnaval da Série A.

Segundo a Lierj, a situação provoca ainda "mais repulsa pelo fato de a Liga não ter recebido qualquer informação direta e oficial por parte do órgão público, tendo tomado conhecimento apenas através da imprensa".

A Lierj destacou que, em documento entregue ao secretário em outubro, reiterou que o dinheiro recebido para o carnaval de 2018 já tinha sido insuficiente para a produção dos desfiles do grupo de acesso, uma vez que a verba municipal corresponde a aproximadamente 80% da receita total de cada agremiação. 

"Na ocasião, o valor, 50% menor do que no ano anterior, só foi repassado faltando aproximadamente 10 dias para as apresentações. Sendo assim, foi pedido, no mínimo, o restabelecimento do valor de R$ 8.623.460 recebido em 2015", destaca a Lierj na nota.

Em 2016 e 2017, as escolas do grupo de acesso receberam quase 13 milhões, valor que caiu para cerca de R$ 6,4 milhões em 2018. Com o novo corte, o valor destinado em 2019 para as agremiações da Série A será de R$ 3,25 milhões. 

Rio de Janeiro