PUBLICIDADE
Topo

Mauricio Stycer

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Globo orienta jornalistas a não opinarem sobre participantes do BBB

O diretor Boninho deu uma resposta agressiva a um tuite do jornalista Rodrigo Carvalho, correspondente da Globo em Londres  - Reprodução / Internet
O diretor Boninho deu uma resposta agressiva a um tuite do jornalista Rodrigo Carvalho, correspondente da Globo em Londres Imagem: Reprodução / Internet
Conteúdo exclusivo para assinantes
Mauricio Stycer

Jornalista, nascido no Rio de Janeiro em 1961, mora em São Paulo há 29 anos. É repórter especial e crítico do UOL. Assina, aos domingos, uma coluna sobre televisão na "Folha de S.Paulo". Começou a carreira no "Jornal do Brasil", em 1986, passou pelo "Estadão", ficou dez anos na "Folha" (onde foi editor, repórter especial e correspondente internacional), participou das equipes que criaram o "Lance!" e a "Época", foi redator-chefe da "CartaCapital", diretor editorial da Glamurama Editora e repórter especial do iG. É autor dos livros "Adeus, Controle Remoto" (editora Arquipélago, 2016), "História do Lance! ? Projeto e Prática do Jornalismo Esportivo? (Alameda, 2009) e "O Dia em que Me Tornei Botafoguense" (Panda Books, 2011). Contato: mauriciostycer@uol.com.br

Colunista do UOL

18/01/2022 17h57Atualizada em 18/01/2022 19h10

Jornalistas da Globo que aparecem no vídeo estão sendo orientados a não dar palpites nas redes sociais sobre os participantes do "BBB 22". O pedido está sendo feito de forma verbal pelas chefias.

A informação foi publicada originalmente pelo colunista Leo Dias no site Metrópoles e confirmada por mim com diferentes fontes. Os jornalistas da Globo não devem elogiar ou criticar os confinados no reality show da emissora.

A ordem ocorre dias depois de uma intervenção do diretor Boninho no Twitter, em resposta ao jornalista Rodrigo Carvalho, correspondente em Londres.

Na sexta-feira (14), dia do anúncio dos participantes, Carvalho, primeiro, achou graça de uma declaração de Lais, que é médica e disse ter atuado na linha de frente contra a covid. "É o mínimo", provocou, dizendo ser "Fora Laís".

Em seguida, após o anúncio da participante Eslovênia, o jornalista escreveu: "Preparando a sugestão de pauta 'Conheça a Eslovênia' pro Show da Vida de domingo". Foi quando Boninho respondeu: "Ô Rodrigo, cai na real e para de caçar click! Você não precisa disso!".

Confesso ter pensado, inicialmente, que Boninho estava brincando com Carvalho, mas a decisão de orientar os jornalistas da emissora a não darem palpite sobre o BBB indica que ele estava falando sério.

Em 2018, ao atualizar as diretrizes do Grupo Globo sobre uso de redes sociais por seus funcionários, a empresa observou: "E, quando essa pessoa é um jornalista, a sua atividade pública acaba relacionada ao veículo para o qual trabalha. Se tal atividade manchar a sua reputação de isenção manchará também a reputação do veículo".

O texto diz ainda: "Em sua atuação nas redes sociais, o jornalista deve evitar tudo o que comprometa a percepção de que o Grupo Globo é isento. Por esse motivo, nas redes sociais, esses jornalistas devem se abster de expressar opiniões políticas, promover e apoiar partidos e candidaturas, defender ideologias e tomar partido em questões controversas e polêmicas que estão sendo cobertas jornalisticamente pelo Grupo Globo".

Procurada, a Globo disse: "Os Princípios Editoriais são bastante claros em relação ao uso de redes sociais. Os jornalistas da Globo os conhecem bem. Não é preciso reiterá-los a todo instante."