PUBLICIDADE
Topo

Reinaldo Azevedo

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

CONSPIRAÇÃO I:Bolsonaro e Kajuru tramam contra o Legislativo e o Supremo

Jair Bolsonaro: presidente perde o juízo de vez ao permitir que senador divulgue conversa em que ambos conspiram contra uma CPI e contra o Supremo - Ansa
Jair Bolsonaro: presidente perde o juízo de vez ao permitir que senador divulgue conversa em que ambos conspiram contra uma CPI e contra o Supremo Imagem: Ansa
Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo, que publicou aqui o primeiro post no dia 24 de junho de 2006, é colunista da Folha e âncora do programa "O É da Coisa", na BandNews FM. No UOL, Reinaldo trata principalmente de política; envereda, quando necessário - e frequentemente é necessário -, pela economia e por temas que dizem respeito à cultura e aos costumes. É uma das páginas pessoais mais longevas do país: vai completar 13 anos no dia 24 de junho.

Colunista do UOL

12/04/2021 05h32

Depois do alçapão que havia no fundo do poço, ainda se escondia um abismo secreto. É estupefaciente! O senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO) divulgou uma conversa que gravou com o presidente Jair Bolsonaro em que fica evidente que ambos estão:

a: conspirando contra uma CPI -- e, pois, contra o Poder Legislativo;
b: conspirando contra o próprio Supremo Tribunal Federal.

A conversa é tão elevada, douta e culta que Bolsonaro corrigiu o português de Kajuru, que afirma, num dado momento, que o ministro Roberto Barroso, do STF, é "pretento" para determinar que o presidente do Senado dê andamento a pedidos de impeachment contra ministros do Supremo. Bolsonaro corrigiu: "Prevento". Acertou na palavra, mas continuou errando na tese asnal. O esgoto moral escorre abismo abaixo.

Só para lembrar: Kajuru e Alessandro Vieira (SE), seu colega de partido, são autores do Mandado de Segurança que pedia imediata instalação da CPI da Covid. Barroso concedeu liminar determinando a instalação da comissão, e a medida cautelar será julgada pelo pleno do tribunal na quarta.

Acompanhe os posts abaixo. Vou demonstrar por que essa conversa foi gravada e divulgada de caso pensado, com o intuito de intimidar o Supremo e melar a investigação.

Ocorre que também esse tiro saiu pela culatra porque:
- só a própria CPI pode ampliar escopo de investigação se aparecer fato conexo;
- Supremo não pode obrigar presidente do Senado a encaminhar pedido de impeachment contra ministros da Corte;
- senador e presidente que conspiram contra prerrogativa do Legislativo e contra o Poder Judiciário cometem crimes.

Leiam os post que seguem no blog.

Assista também o vídeo com comentário do Reinaldo sobre o tema aqui.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL