PUBLICIDADE
Topo

Reinaldo Azevedo

Maierovitch: Metade de mortes seria evitada com vacinas e ações coordenadas

11/06/2021 15h16

O médico sanitarista Cláudio Maierovitch disse hoje em depoimento na CPI da Covid que é possível estimar que metade das atuais 482.135 mortes causadas pela covid-19 no Brasil poderiam ter sido evitadas caso o governo federal tivesse contratado vacinas mais rápido e ajudado estados e municípios a adotarem ações coordenadas de combate à doença.

Maierovitch citou um estudo da UFPel (Universidade Federal de Pelotas), que indicou uma estimativa de 80 a 90 mil vidas salvas apenas com a contratação anterior de vacinas. (...) Leia íntegra no UOL.