PUBLICIDADE
Topo

Reinaldo Azevedo

Em CPI, Witzel diz que Moro era garoto de recados de Bolsonaro

16/06/2021 17h22

ex-ministro da Justiça Sérgio Moro foi citado pelo ex-governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, em depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito da covid-19 nesta quarta-feira (16/6). O nome do ex-juiz chegou ao colegiado após uma pergunta do relator, Renan Calheiros (MDB-AL), ao depoente. Também segundo Witzel, o ministro da Economia, Paulo Guedes, fugiu ao encontrá-lo em um aeroporto, pois não estaria autorizado a conversar com o então governador. O assunto veio à tona após Calheiros questionar o convocado sobre a distribuição de recursos para os municípios.

Diferentemente da sessão de terça-feira (15), em que governistas aproveitaram o depoimento do ex-secretário de Saúde do Amazonas, Marcellus Campêlo para reforçar o argumento de que as investigações da CPI devem se voltar contra os estados, nesta quarta-feira, a base voltou a interromper a sessão, provocar bate-bocas e ainda contou com o reforço do filho do presidente da República, Flávio Bolsonaro. (...) Leia íntegra no Correio Braziliense.