Topo

UOL Confere

Uma iniciativa do UOL para checagem e esclarecimento de fatos


Música pró-Bolsonaro não é de cubanos nem há indício de seu sucesso nos EUA

El Veneco, venezuelano radicado no Brasil e autor da música - Arte/UOL
El Veneco, venezuelano radicado no Brasil e autor da música Imagem: Arte/UOL

Do UOL, em São Paulo

05/09/2018 17h47

Uma música em homenagem ao candidato a presidente Jair Bolsonaro que, segundo postagens nas redes sociais, teria sido gravada por artistas cubanos e estaria "bombando" nas rádios da Flórida (EUA), foi criada, na verdade, por um venezuelano que vive no Brasil e não há registro de que tenha feito sucesso nos Estados Unidos.

A composição, batizada de "O mito chegou", é de autoria do venezuelano El Veneco, que mora no Brasil e tem um canal no YouTube. O projeto Comprova confirmou com El Veneco a autoria da canção. O artista, entretanto, não respondeu a outros questionamentos.

O vídeo da música, em ritmo reggaeton, estilo caribenho que mescla diversos gêneros como rap, reggae, salsa e pop, foi publicado no dia 9 de outubro de 2017.

Na mesma data da publicação original, o autor também divulgou um vídeo de bastidor da produção realizada com seu filho, chamado de V-Hero.

Em vídeo divulgado no último dia 30, El Veneco disse que compôs a música no ano passado, mas não registrou o título, o que impediria a livre reprodução em rádios da Flórida devido aos direitos autorais.

Não há registros de composições do venezuelano no aplicativo de músicas Spotify. Também não há registro da música entre as 50 composições latinas nas listas semanais da “Billboard”, publicação norte-americana especializada em informações sobre a indústria musical.

No Twitter, a postagem com maior engajamento sobre a suposta autoria cubana e o sucesso nos EUA data do último dia 3. No Facebook, uma das publicações com o conteúdo do viral enganoso, feita no último dia 1º, tem 1,2 mil comentários e 14 mil compartilhamentos.

A sugestão de verificação da corrente viral foi enviada ao WhatsApp do Comprova (11 97795-0022).

O conteúdo da peça foi anteriormente checado pelo site “Boatos.org”.

Agora o material foi verificado pela “Folha de S.Paulo”, pela rádio “GaúchaZH” e a “NSC Comunicação”, além de outros integrantes do projeto Comprova: “O Estado de S.Paulo”, UOL e “Jornal do Commercio”.

O Comprova é um projeto integrado por 24 veículos de imprensa brasileiros que descobre, investiga e explica rumores, conteúdo forjado e táticas de manipulação associados a políticas públicas. Envie sua pergunta ou denúncia de boato pelo WhatsApp 11 97795 0022.

UOL Confere