Topo

UOL Confere

Uma iniciativa do UOL para checagem e esclarecimento de fatos

Dormir com cebola nas meias não tem efeitos sobre a saúde

Arte/UOL
Imagem: Arte/UOL

Anita Grando Martins

Colaboração para o UOL, em Florianópolis (SC)

18/11/2018 04h01

Vídeos que têm circulado pelas redes sociais afirmam que dormir com pedaços de cebola dentro das meias proporciona benefícios à saúde, como a redução de dores reumáticas e a purificação do sangue. A recomendação seria de cobrir toda a planta dos pés com rodelas de cebola. Profissionais da área da saúde esclarecem, no entanto, que não há estudos científicos que comprovem a eficácia da prática.

Um dos vídeos, com uma narração robótica, começa falando que, de acordo com a medicina chinesa, nossos pés têm pontos de ligação com órgãos internos. Essa é uma informação verdadeira, levando-se em conta os conhecimentos da acupuntura.

Na planta do pé, no entanto, só existe um ponto, relacionado ao rim. Mas não sei como a cebola, por si só, poderia estimular esse ou qualquer outro ponto. E por que não a batata ou o alho? 

Quem questiona o médico Cesar Paulo Simionato, que trabalha com plantas medicinais há 30 anos e atualmente atua no Núcleo de Acupuntura e Medicina Tradicional Chinesa do Hospital Universitário da Universidade Federal de Santa Catarina.

Para o professor de fitoterapia e cultivador de plantas medicinais Alésio dos Passos Santos, os benefícios de dormir com cebola nas meias devem ser mais decorrentes do efeito placebo que do terapêutico. "Não há comprovação científica ou uso popular consagrado disso", afirma. "Parece mais uma lenda."

Santos alerta que assuntos relacionados a plantas medicinais são frequentemente abordados em notícias falsas.

Falso: cebola nos pés não purifica o sangue

Em outro trecho de um dos vídeos, aparece a afirmação de que o ácido fosfórico presente na cebola seria capaz de purificar o sangue. Dois erros aqui. O primeiro é que a cebola não possui ácido fosfórico, um composto inexistente em vegetais, de acordo com Simionato. O segundo é que a cebola, isoladamente, não consegue influenciar no processo de purificação do sangue.

"Em funcionamento normal, o organismo já está preparado para fazer isso por meio do fígado e do rim. Após a absorção de nutrientes, sobram os metabólitos, também chamados de impurezas, que vão para o sangue, mas são eliminados naturalmente", explica o coordenador do curso de farmácia e professor de hematologia do Centro Universitário Estácio de Sá de Santa Catarina, Adolfo Koga.

A eliminação de impurezas só não acontece quando, por exemplo, o rim não está funcionando bem. "A pessoa precisa, então, submeter-se a sessões de diálise para que a máquina faça o papel do rim, de retirar os metabólitos do corpo", acrescenta Koga.

Purificação do ar e prevenção de gripes também são questionáveis

Um dos vídeos sobre o assunto na internet diz ainda que a cebola seria capaz de purificar o ar: "Os ingleses já sabiam disso há muito tempo e, durante as pragas, eles cortavam cebolas e deixavam no quarto para purificar o ar e aumentar o sistema imunológico. Dessa forma, evitavam gripes, infecções e outros problemas de saúde."

Fala-se muito disso na internet. Mas, se fosse assim, estaríamos utilizando cebolas nos hospitais", ressalta Santos. "Elas não absorvem tantas bactérias, principalmente as super-resistentes."

Tanto ele como Simionato confirmam que a cebola tem propriedades antibacterianas e contém ácido ascórbico, que é a famosa vitamina C. "Mas, para fortalecer o sistema imunológico, o consumo teria de ser interno e no longo prazo", observa Santos.

Simionato complementa que pegar ou não uma gripe depende de diversos fatores. "Não adianta, por exemplo, tomar suco de limão todo dia para não ficar gripado. Às vezes, a pessoa fica doente porque se incomodou com algo. Não é um alimento que vai impedir doenças. Mas um conjunto de alimentos e circunstâncias."

O UOL Confere é uma iniciativa do UOL para combater e esclarecer as notícias falsas na internet. Se você desconfia de uma notícia ou mensagem que recebeu, envie para uolconfere@uol.com.br.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Newsletters

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero receber

Mais UOL Confere