Topo

Trânsito: Cerca de 5.000 médicos e estudantes bloqueiam avenida Paulista, em SP

Médicos do SUS realizam protesto na avenida Paulista em São Paulo (SP), nesta quarta-feira (3), contra o baixo investimento do governo brasileiro na saúde pública, em oposição à "importação de médicos" - J. Duran Mcfee/Futura Press
Médicos do SUS realizam protesto na avenida Paulista em São Paulo (SP), nesta quarta-feira (3), contra o baixo investimento do governo brasileiro na saúde pública, em oposição à 'importação de médicos' Imagem: J. Duran Mcfee/Futura Press

Do UOL, em São Paulo

03/07/2013 17h09

Dois grupos de manifestantes, formados por estudantes e médicos, se encontraram na esquina da avenida Paulista e a rua Pamplona, na área central, por volta das 16h45 desta quarta-feira (3), para protestar contra a "importação" de médicos estrangeiros. A avenida Paulista que estava bloqueada desde às 16h45, foi liberada por volta das 20h35. 

Entenda a proposta do governo

  • Arte/UOL

    Saiba como irá funcionar o programa de importação de médicos estrangeiros

Um grupo saiu do Hospital das Clínicas e o outro, da rua São Carlos do Pinhal. Cerca de 5.000 participam do ato. Eles seguem até a sede do escritório da Presidência da República, na esquina da Paulista com a rua Augusta, e depois vão até a praça Roosevelt, onde fica a sede do Conselho Regional de Medicina.

A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) solicita aos motoristas que evitem a região da avenida Paulista. Os manifestantes ocupam totalmente a via, na altura da rua Pamplona, tanto no sentido Paraíso, como no sentido  Consolação. Agentes de trânsito acompanham o bloqueio e orientam os motoristas.

Mais Cotidiano