Topo

"Ele é o cara", diz espírita ao se referir ao papa Francisco

Ainda que não seja católica, a carioca Maria Fernanda Pellon de Castro, 26, disse ter ficado toda arrepiada quando viu o papa Francisco - Larissa Leiros Baroni/UOL
Ainda que não seja católica, a carioca Maria Fernanda Pellon de Castro, 26, disse ter ficado toda arrepiada quando viu o papa Francisco Imagem: Larissa Leiros Baroni/UOL

Larissa Leiros Baroni

Do UOL, no Rio

27/07/2013 17h33

Não são apenas os católicos que se emocionaram com a presença do papa Francisco durante sua visita ao Brasil. O argentino que ocupa o lugar mais importante da Igreja Católica também conquistou a graça de brasileiros de outras religiões. 

"Ele é o cara", disse a espírita Alessandra Viegas Josgrilbert, 43. A carioca mora atualmente em Mato Grosso do Sul, mas veio visitar a avó coincidentemente na semana em que o pontífice participa da Jornada Mundial da Juventude. "Não pelo cargo que ele ocupa, mas principalmente por suas atitudes e sua humildade", explica ela.

Opinião compartilhada pela estudante Maria Fernanda Pellon de Castro, 26, que também é espírita. Ela confessa ter ficado toda arrepiada quando o viu passar de papamóvel na evenida Atlântica, em Copacabana. "E olha que nem o vi de tão perto. Mas vou tentar ficar mais próxima da grade da próxima vez", conta ela, já fazendo planos para repetir a dose da experiência.   

Segundo Maria Fernanda, seu apreço por Francisco começou desde sua eleição. "Me passa uma energia tão boa, e as mensagens deles são ainda mais entusiásticas", afirmou. O evangélico Ronaldo Sinquini, 49, também não disfarça a afeição pelo líder da Igreja Católica. "Muito mais do que ser uma figura importante, é tão carismático que me chamou a atenção. Tem mobilizado tanta gente, que é muito bonito de ver."

Cotidiano