PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Acervo de Câmara Cascudo em museu que pegou fogo em SP não corre risco

Luís da Câmara Cascudo, pesquisador potiguar da cultura brasileira - Divulgação/Acervo do autor
Luís da Câmara Cascudo, pesquisador potiguar da cultura brasileira Imagem: Divulgação/Acervo do autor

Gabriela Fujita

Do UOL, em São Paulo

21/12/2015 18h01

O Instituto Câmara Cascudo - Ludovicus, sediado em Natal (RN), informou em nota oficial na tarde desta segunda-feira (21) que todo o material ligado à vida do escritor e pesquisador potiguar em exibição no Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo, não corre risco pois os originais são mantidos em Natal.

Um incêndio de grandes proporções atingiu hoje o museu, localizado na região central da capital paulista, na Estação da Luz.

Além do acervo permanente sobre a língua portuguesa, estava em cartaz no museu a exposição "O Tempo e Eu (e vc)", em homenagem a Cascudo, desde o dia 20 de outubro de 2015 e com duração prevista até 16 de fevereiro do ano que vem.

"Ainda não temos maiores informações sobre a extensão do incêndio. Todavia, gostaríamos de comunicar que todo o material em exposição é cenográfico e que o acervo original de Cascudo permanece em Natal, no Ludovicus – Instituto Câmara Cascudo", diz o comunicado.

Historiador, jornalista, advogado e pesquisador da cultura brasileira, Luís da Câmara Cascudo produziu uma extensa obra literária. 

Cotidiano