PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Avião faz pouso de emergência em Cumbica minutos após decolar

Passageiros descem de avião da Avianca após pouso de emergência em Cumbica - Reprodução/RecordTV
Passageiros descem de avião da Avianca após pouso de emergência em Cumbica Imagem: Reprodução/RecordTV

Do UOL, em São Paulo

23/02/2017 08h12Atualizada em 23/02/2017 14h01

Uma aeronave da Avianca fez um pouso forçado às 7h41 nesta quinta-feira (23) no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo. O avião do voo 6304, que seguia rumo a Recife, decolou às 7h30. De acordo com a companhia aérea, o painel da aeronave que realizava o voo apresentou uma leitura atípica.

"Por precaução, o comandante optou por retornar ao aeroporto de origem", diz a nota da Avianca.

Segundo informações do Aeroporto de Guarulhos, após alguns minutos o piloto registrou fumaça na cabine e declarou emergência. A companhia, entretanto, não confirma a informação. O avião agora será avaliado pela equipe de manutenção da companhia aérea.

O avião transportava 156 passageiros. Segundo a GRU Airport, empresa que administra o aeroporto, todos os passageiros já deixaram a aeronave e estão bem. 

A Avianca diz, que neste momento, "a companhia presta a assistência necessária aos clientes, providenciando reacomodações". "A Avianca Brasil lamenta pelo desconforto, mas ressalta que preza, acima de tudo, pela segurança de seus clientes e colaboradores".

Uma equipe do Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) investiga a ocorrência.

Turbina

No começo da noite de quarta-feira (22), uma outra ocorrência foi registrada, mas no aeroporto de Congonhas, na capital paulista. A turbina de um avião da Latam, que faria o voo 3264 para Belo Horizonte, pegou fogo. A aeronave se preparava para decolar. 

Segundo a Latam, estavam a bordo da aeronave 134 passageiros e seis tripulantes. 

Segundo informações do Pavilhão de Autoridades do aeroporto, o incêndio começou por volta das 18h45 devido a problemas em uma das turbinas da aeronave. A pista teve que ser lavada para poder ser reaberta. O aeroporto só foi reaberto depois das 20h, mas os atrasos em outros voos foram constantes desde então.

Mais cedo, por volta das 17h, o aeroporto ficou fechado por cerca de uma hora em função de uma forte chuva que atingiu a capital paulista.

Na madrugada quinta-feira (23), passageiros chegaram a ficar 6 horas em filas para remarcar suas passagens. Dos 62 voos previstos para ocorrer entre 6h e 9h de hoje, três atrasaram e quatro foram cancelados. A Infraero não confirmou relação entre a situação atual do aeroporto e os dois períodos em que o aeroporto ficou fechado na quarta.

*Com Estadão Conteúdo

Fogo em turbina de avião fecha aeroporto de Congonhas

Band Notí­cias

Cotidiano