Topo

Polícia investiga suspeita de espancamento de bebê de 1 ano em São Paulo

Charles de Moura / Prefeitura de São José dos Campos
Criança está em estado grave, internada no Hospital Municipal de São José dos Campos Imagem: Charles de Moura / Prefeitura de São José dos Campos

Fabiana Marchezi

Colaboração para o UOL

19/01/2018 17h36

A Polícia Civil de São José dos Campos (a 97 km de São Paulo) investiga o suposto espancamento de um bebê de um ano, que está internado em estado grave no Hospital Municipal da cidade.

A menina sofreu traumatismo craniano e tem vários hematomas pelo corpo. Ela passou por uma cirurgia na cabeça e permanece em coma induzido. "Após avaliação da equipe médica, a paciente passou por cirurgia e segue em cuidados intensivos no hospital", diz a nota da Secretaria de Saúde do município.

O caso aconteceu na manhã de quinta-feira (18). Segundo a polícia, familiares do bebê suspeitam que ele tenha sido espancado pelo padrasto dentro da casa da família, no Jardim da Granja. O suspeito fugiu.

Leia mais

À polícia, a mãe contou, na tarde desta sexta-feira (19), que deixou a menina sozinha com o padrasto porque precisou sair na quinta-feira (18) e, quando voltou para casa, encontrou a filha machucada e desacordada. Ela deixou a menina no hospital na quinta-feira e também sumiu, até ser localizada nesta sexta pelos policiais.

Segundo a polícia, para a mãe, o suspeito teria dito que a criança caiu da cama e por isso teria se machucado. Logo após essa justificativa, ele desapareceu.

Os funcionários da unidade desconfiaram da versão contada pela mãe e acionaram a equipe de investigação da DDM (Delegacia de Defesa da Mulher). Junto com a perícia, a equipe realizou diligência na unidade de saúde e na casa da família, onde foram encontrados sinais do possível espancamento.

Familiares do bebê e funcionários do hospital já foram ouvidos pela polícia. O Conselho Tutelar também foi acionado para acompanhar o caso.