PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Família doa órgãos e cabelo de youtuber morta no PR após ser baleada na cabeça

Isabelly Cristine Santos, 14, teve morte confirmada na quarta após levar tiro na cabeça - Guilherme Andrade/Divulgação
Isabelly Cristine Santos, 14, teve morte confirmada na quarta após levar tiro na cabeça Imagem: Guilherme Andrade/Divulgação

Fabiana Marchezi

Colaboração para o UOL

15/02/2018 14h36

A família da youtuber e modelo Isabelly Cristine Santos, baleada na cabeça na madrugada desta quarta-feira (14), decidiu doar os órgãos e o cabelo da adolescente. A morte da jovem de 14 anos foi confirmada na noite do mesmo dia pelo Hospital Regional do Litoral, em Paranaguá, no Paraná.

Ao UOL, o amigo e advogado da família, André Tavares, confirma as doações e ressalta que a atitude foi a forma encontrada pelos familiares para ajudar outras pessoas. Os órgãos de Isa, como era conhecida, já foram retirados pela equipe da Central Estadual de Transplantes do Paraná. Depois, o corpo foi levado ao Instituto Médico-Legal (IML). "Eles decidiram doar para ajudar outras pessoas assim que a morte foi confirmada. Isa era muito alegre e gostava de ajudar as pessoas", disse.

Leia também

Isabelly levou um tiro na cabeça na rodovia PR-412, no balneário Ipanema, em Pontal do Paraná, no litoral do estado, na madrugada desta quarta-feira (14). Ela voltava para casa com a mãe e dois assessores após uma gravação para seu canal no YouTube. A menina foi encaminhada em estado gravíssimo ao Hospital Regional do Litoral, em Paranaguá, onde morreu no fim do dia.

Youtuber Isabelly Cristine Santos foi baleada na madrugada desta quarta-feira no Paraná - Guilherme Andrade/Divulgação - Guilherme Andrade/Divulgação
Youtuber Isabelly Santos foi baleada na madrugada desta quarta-feira no Paraná
Imagem: Guilherme Andrade/Divulgação

De acordo com o boletim de ocorrência, a que o UOL teve acesso, o caso aconteceu por volta das 2h da manhã, após um desentendimento no trânsito. Entretanto, segundo o advogado, a mãe de Isabelly contou que os bandidos fecharam o carro em que a youtuber estava e um deles desceu atirando a esmo e que não houve briga no trânsito.

Horas depois do crime, a polícia localizou o carro e prendeu um empresário de 26 anos, morador de Curitiba, por suspeita de ter atirado na jovem. A prisão em flagrante foi feita perto do local do crime. O empresário, um irmão dele e um amigo foram encaminhados para a Delegacia de Matinhos, onde estão à disposição da Justiça. A polícia apura a participação dos outros dois suspeitos, também já detidos, no crime. A arma utilizada pelo suspeito é legal.

Os nomes deles ainda não foram revelados. O UOL tentou contato com o delegado responsável pelo caso, mas não obteve resposta até o fechamento da reportagem.

Cotidiano