Violência no Rio

Polícia Militar realiza operação na zona norte do Rio

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Domingos Peixoto/Agência O Globo

    Polícia Militar em ação na manhã desta segunda-feira no Rio de Janeiro

    Polícia Militar em ação na manhã desta segunda-feira no Rio de Janeiro

Policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar realizam, na manhã desta segunda-feira (26), uma operação nas favelas Camarista Méier e Gambá, no Complexo do Lins, zona norte do Rio de Janeiro.

Sem a participação das Forças Armadas, a ação visa reprimir o tráfico de drogas e tem homens do Bope (Batalhão de Operações Especiais) e do BAC (Batalhão de Ação com Cães) envolvidos. As duas pistas da Estrada Grajaú-Jacarepaguá estavam fechadas por cerca de uma hora no começo da manhã por conta da operação, mas já foram liberadas.

Os suspeitos pela morte do tenente Guilherme Lopes da Cruz, subcomandante da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) da Vila Kennedy, na zona oeste, na semana passada, fugiram justamente para esta região. Oficialmente, a PM diz que a operação de hoje não tem relação com o assassinato.

Os bandidos escaparam ilesos e o veículo utilizado no crime, uma picape de cor prata, foi localizado na área no bairro do Lins. A DH (Divisão de Homicídios) solicitou as imagens das câmeras de segurança para tentar identificar os bandidos, mas o crime ainda não foi solucionado.

O Rio de Janeiro viu a crise da segurança pública explodir nos últimos meses, especialmente durante o Carnaval. Por conta da situação, o decreto de intervenção federal já foi aprovado pelo Congresso e está em vigor. O interventor é o general Braga Netto, responsável por comandar as forças de segurança no Rio a partir de agora.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos