Violência no Rio

Tiroteio entre PMs e traficantes deixa suspeito morto na Rocinha

Marina Lang

Colaboração para o UOL, no Rio

  • Reprodução/Polícia Militar do Rio de Janeiro

    28.fev.2018 - PMs exibem drogas apreendidas na Rocinha

    28.fev.2018 - PMs exibem drogas apreendidas na Rocinha

Um suspeito cuja identidade não foi revelada morreu na noite de quarta-feira (28) durante tiroteio entre policiais militares e traficantes na favela da Rocinha, zona sul. Nesta quinta-feira (1º), a PM realiza operação na comunidade para apreender drogas e armas.

Também hoje um ônibus foi queimado por moradores em protesto em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Ontem, um helicóptero da Polícia Civil foi atingido por um tiro no Complexo da Maré, zona norte.

Veja também:

Segundo informações da PM, policiais do Batalhão de Choque faziam ontem patrulhamento na região conhecida como Vila Verde, na Rocinha, quando se depararam com criminosos armados. Os suspeitos teriam disparado contra os agentes.

Após o confronto, a equipe encontrou um homem ferido com uma pistola 9 mm, 16 munições, 47 papelotes de maconha e 170 pinos de cocaína. Ele foi levado para o Hospital Municipal Miguel Couto, mas não resistiu aos ferimentos. A ocorrência foi registrada na Delegacia de Homicídios.

Também na noite de ontem, um homem foi preso portando duas granadas, 348 pinos de cocaína, 50 papelotes de maconha e um rádio transmissor.

Reprodução
1.mar.2018 - Ônibus é incendiado em protesto em Duque de Caxias

A Rocinha vive uma crise de segurança desde setembro, quando um racha entre Antonio Bonfim Lopes, o Nem, e Rogério Avelino dos Santos, o Rogério 157, culminou em uma guerra pela disputa do tráfico de drogas na comunidade. Ambos estão presos na Penitenciária de Porto Velho, presídio federal localizado em Rondônia.

Ônibus queimado em Caxias

Um dos helicópteros da Polícia Civil foi atingido em sua fuselagem por um tiro, nesta quarta-feira (28), durante operação na Maré. Por questão de segurança aérea, a aeronave foi para manutenção e já se encontra em condições de operar.

De acordo com o 15º BPM (Batalhão da Polícia Militar), moradores atearam fogo hoje em um ônibus na rua Conde Irajá próximo à estação de trem de Saracuruna, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Segundo os PMs, o protesto ocorreu devido à demora da retirada de um corpo na rua.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos