Violência no Rio

Criminosos trocam tiros com PMs após explodirem agência bancária no Rio

Marina Lang

Colaboração para o UOL, no Rio

Criminosos fortemente armados trocaram tiros com policiais militares após explodirem uma agência do Banco do Brasil no Largo do Bicão, na Vila da Penha, zona norte do Rio de Janeiro. De acordo com relatos de moradores, muitos tiros, além da explosão de duas bombas, foram ouvidos entre 2h30 e 3h desta sexta-feira (9).

Testemunhas afirmam que bandidos chegaram em um caminhão e com armamento pesado para roubar a agência bancária.

"A agência bancária está destruída, muitas cápsulas de bala espalhadas pela rua, o barulho parecia que era dentro de casa, as paredes tremiam, foi um terror só, não tinha que não estivesse aterrorizado", disse um morador. "Estamos entregues à violência no nosso bairro. Aonde vamos parar?", desabafou.

"Eu escutei tudo e fiquei horrorizada com a quantidade de tiros e explosões", lamentou outra moradora da região.

Reprodução/Facebook
09.mar.2018 - Criminosos explodem agência bancária na zona norte do Rio

"No vídeo só mostra a parte que tem o som dos tiros de pistola, mas teve rajada de fuzil e barulho de explosão, que acredito seja da bomba que explodiu o caixa eletrônico", comentou um morador.

"Situação triste é que a gente acaba naturalizando, porque sempre acontece. Só mais um caso pra estatística. Aconteceu [por volta de] 3h da manhã, estava em casa dormindo, acordei com o barulho da explosão. Pelo menos foi num dia chuvoso e num horário que era muito difícil ter alguém na rua voltando do trabalho", prosseguiu.

Segundo informações do 41º BPM (Irajá), na madrugada desta sexta, policiais militares do batalhão, em patrulhamento na Vila da Penha, foram recebidos a tiros por criminosos armados em fuga na avenida Padre Roser. Houve confronto e um intenso tiroteio foi gravado em vídeo por moradores da região. Não há registro de feridos.

Ainda de acordo com a PM, após o tiroteio, as equipes verificaram que uma agência bancária foi explodida no Largo do Bicão.

A perícia foi acionada e o caso, registrado na 38ª DP (Brás de Pina). Em nota, a Polícia Civil informou que "os agentes procuram possíveis testemunhas e imagens de câmeras de segurança instaladas na agência e na região onde ocorreu o fato para tentar identificar a autoria do crime". O caso ficará sob investigação da DRF (Delegacia de Roubos e Furtos).

Procurada, a Seseg (Secretaria do Estado da Segurança) informou que o caso compete à Polícia Militar. 

O Banco do Brasil informou que dois caixas eletrônicos foram destruídos. A agência está fechada para atendimento ao público --ainda não há previsão de reabertura. "O BB reforça seu compromisso em prestar o melhor atendimento aos seus clientes com atendimento nas suas unidades mais próximas (Agências Largo da Penha, Praça do Carmo e Irajá)."

Não se trata do primeiro caso na região. Há um mês, criminosos explodiram uma agência na avenida Vicente de Carvalho. Outra agência foi atacada em outubro do ano passado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos