Topo

Mesmo com redução de 26%, RJ tem 18 roubos de carga por dia durante a greve

Roni Rigon/Agência RBS/Estadão Conteúdo
Estado do Rio registra 147 ocorrências por roubo de cargas durante a greve dos caminhoneiros Imagem: Roni Rigon/Agência RBS/Estadão Conteúdo

Fabrizio Glória

2018-05-29T17:30:53

29/05/2018 17h30

Entre 21 e 28 de maio, durante a greve dos caminhoneiros, o estado do Rio de Janeiro registrou 147 ocorrências por roubo de cargas, uma queda de 26% em relação à semana que antecedeu a paralisação. Entre os dias 13 e 20 de maio, foram registradas 199 ocorrências por carga roubada no estado. Mesmo com a redução, a média de casos foi de 18 por dia. As informações foram confirmadas pelo UOL juntamente ao Instituto de Segurança Pública, órgão do governo do RJ.

O secretário de segurança do Rio de Janeiro, Richard Nunes, disse hoje pela manhã em coletiva de imprensa que a greve não é um fator determinante para ocorrência deste tipo de delito e também não influencia na queda da criminalidade. 

Leia mais:

Ao UOL, o secretário afirmou que "roubos de carga nesse período são similares aos que ocorrem durante feriados prolongados, como o carnaval ou ano novo", conta.Ainda de acordo com o secretário, a redução das ocorrências de roubos de carga já havia sido percebida antes da greve dos caminhoneiros. A secretaria informa que regiões como Bangu e Olaria, no Rio de Janeiro e em São Gonçalo, na Região Metropolitana, são as que mais sofrem com esses delitos.

Segundo Nunes, na maioria dos casos, os criminosos em cargas pequenas e que "não há expectativa de aumento ou queda no número de roubos em função de uma greve, pois a circulação interna (de mercadorias) continua acontecendo normalmente", conclui.