Topo

Funcionário morre ao cair em tanque com líquido a 70 graus Celsius em indústria

Jéssica Nascimento

Colaboração para o UOL

13/06/2018 20h05

Um funcionário que trabalhava em uma indústria de álcool de Cafelândia, no interior de São Paulo, morreu na hora após cair em uma caldeira com líquido a 70 graus Celsius. Thiago Rodrigues Lisboa, de 22 anos, fazia a manutenção de uma caixa de decantação de fuligem, quando, na noite de terça-feira (12), se desequilibrou e caiu.

O caso foi registrado como acidente de trabalho e é investigado pela Polícia Civil. Ao UOL, a usina Caféalcool lamentou o ocorrido e afirmou que as causas do acidente serão investigadas. A empresa também disse que ainda não se sabe se Thiago caiu ou se teve um mal súbito e garante que o funcionário usava todos os equipamentos de segurança havia três anos, desde que entrou na empresa.

Leia:

Segundo o advogado trabalhista André Santos, a família de Thiago Rodrigues tem direito a uma indenização por danos morais. Segundo ele, se for comprovada negligência por parte da empresa, ela pode responder criminalmente, pois "é obrigação da empresa garantir a segurança do trabalhador no exercício de suas atividades", afirma Santos. "Seus herdeiros, pais, filhos, esposa, agora podem pleitear uma reparação de danos, que envolve indenização por danos morais e as verbas rescisórias na justiça do trabalho em decorrência pelo acidente fatal”, explicou.

Cotidiano