Topo

Depois de sofrer arranhão, mulher mata gata a pauladas em mercado de Paraty

Do UOL, em São Paulo

2019-01-08T16:52:57

2019-01-08T17:05:56

08/01/2019 16h52Atualizada em 08/01/2019 17h05

Uma gata morreu depois de ser alvo de duas pauladas desferidas por uma mulher dentro de um mercado em Paraty, na Costa Verde do Rio de Janeiro, por volta das 11h deste domingo (6). O vídeo do ataque repercute nas redes sociais.

As imagens são fortes e estão sob responsabilidade da polícia, que procura pela mulher. 

Informações preliminares colhidas pela Polícia Civil apontam que ela teria sido arranhada pelo animal depois de pisar acidentalmente no rabo do felino.

Depois de ter sido atendida pelos funcionários do mercado, a mulher teria voltado ao estabelecimento e desferido golpes contra a gata utilizando um pedaço de madeira. O animal sofreu uma paulada no corpo e outra, na cabeça. 

A gata se contorceu e morreu minutos depois. Ela pertencia aos donos do mercado e vivia no estabelecimento nos últimos três anos. O caso foi registrado na 167ª Delegacia de Polícia, em Paraty.

Segundo a lei de Crimes Ambientais brasileira, "praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos" é crime.

A pena é detenção de três meses a um ano, aumentada de um sexto a um terço em caso de morte do animal.

Por ser considerado um crime de "menor potencial ofensivo", porém, poucas vezes o ato resulta em prisão do autor.