Topo

Rio de Janeiro e São Paulo devem ter temporais e queda de temperatura

Lucas Sarti

Colaboração para o UOL, em São Paulo

12/02/2019 15h17

Resumo da notícia

  • Temperatura máxima no Rio deve cair de 35ºC para 27ºC amanhã
  • Volume de chuva deve subir de 10mm para 70mm no Rio
  • Rajadas de vento podem chegar perto dos 100 km/h na cidade
  • Aulas na rede municipal do Rio estão canceladas para a tarde de amanhã

Menos de uma semana após o temporal que causou sete mortes no Rio de Janeiro, a capital fluminense deve voltar a enfrentar fortes pancadas de chuva amanhã. A previsão da meteorologia alerta para o risco de temporais e chuvas volumosas na Grande Rio e em todas as áreas do estado. 

Segundo o instituto Climatempo, as condições climáticas serão similares às da última semana. Uma frente fria, associada a uma massa de ar frio que atingirá as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil, facilitará a ocorrência de chuva, que pode começar já na madrugada de amanhã e se estender ao longo do dia.

"A frente fria forma um sistema de baixa pressão atmosférica, que desta vez, ficará posicionado mais próximo à costa do Espírito Santo, mas, ainda assim, influenciando o estado do Rio de Janeiro e formando nuvens carregadas", disse o meteorologista Daniel Orlandi. 

O Climatempo alerta para um potencial de alagamentos, transbordamentos e deslizamentos de terra. O volume de chuva no estado fluminense deve subir dos 10 mm previstos para hoje para a casa dos 70 mm amanhã. Depois disso, a previsão é que a quantidade de chuva diminua: 35 mm na quinta (14), 23 mm na sexta (15) e 15 mm no sábado (16). 

Na última semana, segundo o Alerta Rio, radar meteorológico da prefeitura, choveu na Rocinha, em um período de 24 horas, 156 mm, volume equivalente a quase o total de chuvas esperado para fevereiro, que era de 199 mm. Uma pessoa morreu na Rocinha em decorrência do temporal.

Com o aumento da nebulosidade e da chuva, o calor diminui e a previsão é que a temperatura máxima caia dos 35ºC previstos para hoje para 27ºC. A temperatura mínima também deve cair de 24ºC para 22ºC, até atingir os 19ºC na quinta e sexta.

Outra preocupação para o Rio de Janeiro fica por conta da previsão de rajadas de vento intensas, que podem chegar perto de 100 km/h amanhã. A mesma rajada de ventos também pode atingir o Rio Grande do Sul. 

O forte temporal que deve cair sobre o Rio de Janeiro é ainda mais preocupante tendo em vista que a cidade ainda não se recuperou de todos os danos causados pelo temporal da última semana. A Avenida Niemeyer, uma das principais da cidade, permanece totalmente interditada.

Por conta da previsão do tempo, a Prefeitura do Rio de Janeiro cancelou as aulas amanhã no turno da tarde em toda a rede municipal. As aulas terminarão ao meio-dia.

"Peço aos moradores do Rio que tenham cuidado com as suas vidas. Não arrisquem suas vidas. A prefeitura está com todos os seus órgãos de plantão, vamos saber exatamente onde serão os epicentros da crise, vamos nos mobilizar com mais forças para esses pontos. Mas as pessoas precisam fazer a si mesmas uma pergunta: `Onde estou morando é seguro?`", disse o prefeito da cidade, Marcelo Crivella, em comunicado.

Alerta para temporais em São Paulo hoje

Porém, a mudança de tempo não atingirá só o Rio de Janeiro. Segundo o Climatempo, São Paulo sofrerá com temporais em todo o estado hoje. A aproximação de uma frente fria fez com que algumas regiões amanhecessem debaixo de chuva. A zona leste de São Paulo está em alerta de temporais, segundo o instituto. 

Há previsão de chuva em todas as regiões do estado. O tempo pode melhorar na manhã de amanhã, mas o avanço da frente fria pelo litoral paulista fará com que, ao longo do dia, mais chuva caia. Por isso, a temperatura máxima deve cair dos 29ºC previstos para hoje para 23ºC amanhã. O volume de chuva pode chegar a 50 mm ainda hoje. 

A frente fria avançará do Sul para o Sudeste, ajudando a aumentar a nebulosidade em outros estados do país, como Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás, Distrito Federal e Minas Gerais. A tendência nessas áreas é de tempo úmido e instável. 

Mais Cotidiano