Topo

Número de mortos em Brumadinho sobe para 179; 131 continuam desaparecidos

Do UOL, em São Paulo

25/02/2019 08h59

O número de mortos na tragédia de Brumadinho subiu para 179, e ainda há 131 pessoas desaparecidas um mês após a barragem de rejeitos da Mina do Feijão, da mineradora Vale, se romper. O balanço foi divulgado na noite de ontem pelo Corpo de Bombeiros e Defesa Civil de Minas Gerais. Todos os corpos encontrados pelas equipes de resgate já foram identificados. 

Novos corpos foram encontrados durante trabalhos na área administrativa da Vale, onde ficava um almoxarifado. 

Em entrevista ao UOL na semana passada o porta-voz do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, o tenente Pedro Aihara, declarou que os trabalhos continuarão até que exista chance de serem encontrados corpos

Desde a semana passada as equipes têm usado utilizar drones para apoiar a operação. São seis equipamentos apelidados de "vespas" (veículo especial de suporte e prevenção aérea). Com câmeras termais, eles permitem a visualização de pessoas, animais e objetos com mais precisão, de acordo com os bombeiros.

Segundo o comunicado, o uso do dispositivo reduz a necessidade de voos com helicópteros, liberando as aeronaves para outros atendimentos.

3ª tragédia? Após Brumadinho, não há garantias sobre segurança de barragens

UOL Notícias

Cotidiano